Plano Nacional de Leitura

Plano Nacional de Leitura tem como objectivo elevar o nível de literacia dos portugueses e colocar o país a par dos parceiros eurupeus. Trata-se de uma iniciativa do Governo, da responsabilidade do Ministério da Educação, em articulação com o Ministério da Cultura e o Gabinete do Ministro dos Assuntos Parlamentares, sendo assumido como uma prioridade política. Destina-se a criar condições para que os portugueses possam alcançar níveis de leitura em que se sintam plenamente aptos a lidar com a palavra escrita, em qualquer circunstância da vida, possam interpretar a informação disponibilizada pela comunicação social, aceder aos conhecimentos da Ciência e desfrutar as grandes obras da Literatura.

As áreas de intervenção deste Plano passam pelo ensino pré-escolar e básico, pelos responsáveis pela educação das crianças – educadores e professores, pelos encarregados de educação, bibliotecários, mediadores e animadores, bem como por outros segmentos do público escolar e não escolar, como bibliotecas, hospitais, instituições sociais, entre outros.

Genericamente, o Plano Nacional de Leitura visa os seguintes objectivos:

  • Promover a leitura, assumindo-a como factor de desenvolvimento individual e de progresso nacional;
  • Criar um ambiente social favorável à leitura;
  • Inventariar e valorizar práticas pedagógicas e outras actividades que estimulem o prazer de ler entre crianças, jovens e adultos;
  • Criar instrumentos que permitam definir metas cada vez mais precisas para o desenvolvimento da leitura;
  • Enriquecer as competências dos actores sociais, desenvolvendo a acção de professores e de mediadores de leitura, formais e informais;
  • Consolidar e ampliar o papel da Rede de Bibliotecas Públicas e da Rede de Bibliotecas Escolares no desenvolvimento de hábitos de leitura;
  • Atingir resultados gradualmente mais favoráveis em estudos nacionais e internacionais de avaliação de literacia.