Sin City, de Frank Miller

O primeiro volume da CIDADE DO PECADO começa como devia começar: com um crime. Marv, feio e bruto como é, não tem muita sorte com as mulheres e quando matam Goldie, a Deusa com quem passou uma noite de sonho, decide descobrir o que se passou, fazendo justiça pelas suas próprias mãos. E não vai ser uma coisa rápida e silenciosa, como acontece com Goldie. Não, vai ser feio e sangrento e furioso!
FRANK MILLER é um dos mais importantes comics americanos. Escreveu e desenhou algumas das principais séries de super-herois, desde o Homem-Aranha ao Demolidor até Batman. Muitas das suas histórias tornaram-se clássicos do género, sendo o Regresso do Cavaleiro das Trevas ainda hoje considerado como um dos livros que mudou o comic americano de super-herois para sempre. Desde o início dos anos 90 tem afirmado o seu talento em criações pessoais, das quais SIN CITY é sem dúvida a mais importante e conhecida.

Apreciação

É interessante a forma como David Miller enfatiza o jogo de sombras de modo a criar um ambiente real de medo e de “pecado”, transparecendo uma cidade escura, barulhenta, poluída e perversa. A leitura é tanto rápida quanto lenta, uma vez que as próprias passagens ditam o ritmo a que devemos ler, acelerando quando a acção é muita, em cenas de crime e perseguição, e abrandando quando o protagonista pensa e sente e se sente confuso. O leitor tem a noção da mudança de ritmo, que é sempre muito inconstante, levando-o a sentir aquilo que Frank Miller quer que sintamos.

Ficha técnica

Editor: Devir
ISBN: 9789728631581
Ano de Edição/ Reimpressão: 2004
N.º de Páginas: 200

Imagem: Robot Skirts