A Papisa Joana, de Donna Woolfolk Cross

Na galeria das mais extraordinárias e controversas figuras do Ocidente, a papisa Joana assume alguns contornos dos mais brumosos, enigmáticos e fascinantes. Muitos negaram, ao longo dos séculos, a sua existência, mas é ainda considerável a quantidade de documentos que referem a sua passagem pelo trono papal. Personagem histórica com lendária, Joana protagoniza a notável ascensão de uma mulher brilhante que não aceita as limitações que a sua época, profundamente misógina, lhe impõe e, armada de uma inteligência esclarecida e de uma força de carácter inquebrantável, conquista o mais elevado poder religioso. Um romance magnifico, cativante, que conspira, no virar de cada página, para prender o leitor num sortilégio magnético, na teia enredada da intriga, das turbulências politicas, dos fanatismos e intolerâncias, das paixões, das duplicidades e segredos, das crises de fé e conspirações que ameaçam fazer soçobrar Joana.

Neste romance intimista da vida de uma simples menina que anciava aprender e alcançar conhecimentos empíricos numa época em que o Saber escolastico era vedado às mulheres, Joana desafia o mundo dos poderosos e vence-o tornando-se numa das mais respeitáveis personagens do seu tempo. A personagem principal, que é dotada de uma paixão inquebrável e com um destino esplendoroso, cruza-se com o de um verdadeiro humanista e a sua vida muda de forma radical. Criada no seio de uma família de fortes crenças religiosas, Joana aprende com a mãe o melhor do paganismo e com o pai o pior da Igreja Católica. Mais: aprende a ler e a escrever substituindo o seu irmão numa escola para rapazes de elite, fazendo-se passar por um deles e para o resto da sua vida. Com o passar do tempo, acaba por entrar no mundo da Igreja Católica e de alcançar uma rápida ascensão dentro da mesma, até se tornar Papa.

Apreciação

Muito interessante, sobretudo pelo facto de se pôr a hipótese de este ser um caso verídico, o que reflecte um erro crucial no perfeito funcionamento que a Igreja defende ter. Por ser um romance biográfico/histórico, ganha muita força e credibilidade, reforçando as teorias expostas por referências a documentos existentes ainda hoje. É engraçado também confrontar estas informações com algumas pesquisadas na Internet.

Para além da possibilidade de esta retratar um evento verídico, surge ainda um rigor histórico muitíssimo pedagógico relativamente à forma de vida no século IX, nomeadamente no que concerne ao estilo de vida de população, ao preconceito contra as mulheres e à forma de funcionamento clérigo.

 

Ficha técnica

Editor: Editorial Presença
Colecção: Grandes Narrativas
ISBN: 9789722326414
Ano de Edição/ Reimpressão: 2000
N.º de Páginas: 460
Encadernação: Capa mole