Byblos encerra

A livraria Byblos, a maior do país, com lojas em Lisboa e Porto, vai fechar. A empresa de Américo Areal, que vendeu a editora Asa a Miguel Pais do Amaral, já não estará aberta hoje ao público.

Segundo o Diário Económico, a Byblos estava à procura de um parceiro que garantisse a viabilidade económica do projecto. Porém, tal não foi conseguido e, neste momento, já existem dívidas a fornecedores e editoras que se recusam a distribuir livros.

Além disso, explica o jornal, a empresa que faz segurança no edifício cumpriu ontem o seu último dia de trabalho na Byblos, enquanto os funcionários de restauração já saíram na terça-feira.

Já os colaboradores da Byblos não tinham sido ainda informados ontem pela administração sobre qual será o futuro da empresa. Mas o Diário Económico avança que o cenário mais provável é a venda a outro grupo, podendo a Byblos voltar a abrir mas com outro nome e outro proprietário.

Para hoje está marcada uma reunião com os funcionários da loja das Amoreiras que ficam hoje a conhecer o seu futuro.

Fonte: Jornal Sol a 20 Novembro 2008.