Para 2009…

… tenho dezenas de livros empilhados à minha espera, embora o tempo não seja muito para dar vazão a tantas páginas. Não creio que 2008 tenha sido um ano particularmente marcante no que diz respeito ao lançamento de livros “grandiosos”, pelo que as idades dos meus livros variaram muito: “Sapatos de Rebuçado” de Joanne Harris, “A Rapariga que Roubava Livros” de Markus Zuzak, “O Diário” de Anne Frank, “Pilares da Terra” de Ken Follett, “A Sombra do Vento” de Carlos Ruiz Záfon e “Expiação” de Ian McEwan destacaram-se entre as minhas leituras. Não contabilizo o número de livros, páginas, etc. porque não vejo qual a utilidade, mas espero que em 2009 a qualidade dos livros que me esperam sejam, no mínimo, iguais aos de 2008.

Boas leituras!