As leituras actuais

Não resisti a começar a ler em simultâneo dois romances históricos que, até agora, se têm mostrado fabulosos.

pedra_de_luz_i

“A Pedra de Luz – Nefer o Silencioso” (2007) é o primeiro de uma colecção de quatro volumes de Christian Jacq, um egiptólogo que se dedicou ao relato de histórias romanceadas tendo por base os seus conhecimentos da antiga cultura egípcia. Neste livro, sacerdotes artesãos e artistas vivem numa cidade proibida aos profanos, cercada por muros altíssimos, onde eram incumbidos de construir os templos e as moradas eternas dos poderosos, no Vale dos Reis. Este local era conhecido como Lugar da Verdade, onde somente poderia trabalhar quem tivesse recebido o chamamento divino. Ramsés vive os últimos anos de seu reinado e aguarda o término da construção da sua morada sagrada.

terra_sera_tua

“A Terra Será Tua” (2008), de Chufo Lloréns, só tem um adjectivo: é intenso. Ainda estou nos primeiros capítulos, mas estou com a nítida sensação que o cenário é muito semelhante a Kingsbridge de Follett. A história desenrola-se no século XI em Barcelona, onde reina um tumulto de gentes, ricos e pobres, o conflito de religiões, as intrigas, os proibidos amores do Conde, a ambição de um jovem camponês. «A Terra Será Tua» é um poderoso romance histórico que nos faz viajar a um dos mais fascinantes períodos históricos de Barcelona. O autor envolve-nos em duas histórias: a dos ilícitos amores do Ramón Berenguer I, e a luta do camponês Martí para vencer na vida e poder finalmente casar com a mulher que ama.