João Garcia

Recentemente, assisti a uma apresentação privada de João Garcia, na qual o alpinista nos falou do seu percurso de vida, começando pelo sonho de infância, pelos primeiros passos que deu para iniciar um esboço desses objectivos e, finalmente, a concretização daquilo por que lutou tantos anos: escalar as montanhas mais altas do mundo. Não só ficámos a conhecer as dificuldades por que estes profissionais passam em termos logísticos, físicos e psicológicos, mas também a face mais amarga do seu trajecto, nomeadamente o fatídico dia em que alguns erros humanos aconteceram e colocaram em causa a sua integridade física e, no caso do seu colega e amigo, a própria vida.

Este discurso é muito cativante não só em termos motivacionais, visto que o podemos transpor para o dia-a-dia profissional “normal” e aplicar algumas estratégias para melhorar o desempenho e os resultados, mas também no que diz respeito à luta por um sonho. O que, inicialmente, era curiosidade, com o passar do tempo tornou-se num objectivo de vida do qual o João Garcia nunca desistiu e pelo qual sempre se seguiu para que se materializasse. Fiquei fascinada com a sua história e espero ler o seu livro “Mais além – Depois do Everest” em breve.