Sugestão de fim-de-semana

Preagar umas partidas de carnaval aos amigos.

Experimentar uma bebida nova.

E ler um livro.

Diário da Bicicleta, de David Byrne

Desde o ínicio dos anos 1980 que David Byrne usa a bicicleta como principal meio de transporte em Nova Iorque. Há vinte anos, descobriu as bicicletas desdobráveis e começou a levá-las para as tournées e outras viagens de recreio. A escolha de Byrne deveu-se mais à conveniência do que a qualquer motivação política. E à medida que via mais cidades a partir da sua bicicleta, foi ficando apanhado por este meio de transporte e pela sensação de liberdade que o mesmo proporciona. Convencido de que o ciclismo urbano favorece um conhecimento mais profundo da pulsação e do ritmo das populações e topografias, Byrne começou a escrever um diário com as suas observações e descobertas. De Berlin a Buenos Aires, de Istambul a São Francisco, de Sydney a Nova Iorque, “Diário da Bicicleta” regista não só o que o Byrne vê e quem encontra, como também as suas reflexões sobre “world music”, urbanismo, moda, arquitectura, e muito mais, numa combinação pessoalíssima de humor, curiosidade e humildade.

Ficha técnica

ISBN: 9789725648698
Número de Páginas: 392
Encadernação: CAPA MOLE
Data da primeira Edição: 2010