Livros na mesa de cabeceira II

E livros que em breve estarão na mesa de cabeceira. À semelhança do que fiz anteriormente, partilho convosco a lista de livros que pretendo ler em breve. Alguém os conhece ou recomenda outros?

A ler: O rapaz que prendeu o vento, de William Kamkwamba e Bryan Mealer. William Kamkwamba nasceu no Malawi, onde vivia na mais absoluta pobreza e, aos 13 anos, teve de abandonar a escola por falta de meios. Mas isso não refreou o seu optimismo nem a sua vontade de aprender e, graças a uma biblioteca escolar, continuou a acompanhar as matérias escolares. Um dia descobriu um livro que mudaria por completo a sua vida e que explicava o funcionamento dos moinhos de vento. Utilizando materiais improvisados, muitas vezes recolhidos em sucatas, William conseguiu montar dois moinhos de vento e, assim, fornecer energia eléctrica e água à sua pequena comunidade. O seu feito tornou-se notícia em todo o mundo e é contado neste livro cativante, que retrata os problemas que afligem o continente africano e sugere que as melhores soluções não partem necessariamente da ajuda dos países ricos.

Livros na mesa de cabeceira

Por ler: A mulher certa, de Sándor Marái; Os três casamentos de Camilla S., de Rosa Lobato Faria.