Sugestão de fim-de-semana

Experimentar aquela actividade radical.

Tomar um brunch numa esplanada no topo da cidade.

E ler um livro.

O Universo numa casa de noz, de Stephen Hawking

O autor de “Uma Breve História do Tempo” (publicada em 1998, traduzida em 40 línguas, e que já vendeu para cima de 25 milhões de exemplares), um dos nomes maiores da Física à escala planetária, resolveu escrever um novo livro, “O Universo numa Casca de Noz”, onde nos dá conta (de um modo simples e fácil para os leigos – o cientista reconhece mesmo, no prefácio a este novo livro, que o anterior não seria muito fácil de perceber para a maioria das pessoas e se impunha escrever um outro, que todos pudessem entender) das “últimas do reino da Física”.

Começa com uma breve explicação da teoria da relatividade e das leis básicas que regulam o universo e, a partir daí, analisa diversos tópicos da nossa contemporaneidade, como os buracos negros ou as viagens no tempo, ou como no futuro se interligarão a vida humana e a vida tecnológica. Escrito com humor, referindo episódios da sua vida (que é uma lenda e um exemplo; o cientista vive numa cadeira de rodas desde os vinte anos, devido a doença degenerativa neurológica, e, para além da genialidade, é um exemplo de persistência, coragem e optimismo), e com uma série de fotografias a acompanhá-lo, o livro obteve o prémio Avensis, o mais importante galardão para as obras científicas.

Ficha técnica

Edição/reimpressão: 2002
Páginas: 216
Editor: Gradiva Publicações
ISBN: 9789726628262