Melhores amigos dos livros

Esta passagem lembra-me um cão bebé que tive, que devorou literalmente a capa e algumas páginas do livro que eu estava a ler, “O diário de Maria von Trapp”. Deixei o livro à mão quando saí de casa e, quando cheguei ao final do dia, encontrei papel por todo o lado. Afinal, quase me fez um favor, porque a leitura estava a ser francamente chata! … Mas ainda bem que ele gostou!😀