Cinco à quinta

Cinco à quintaQue tipo de leitura prefere? Depende… Tive os meus momentos em que lia Brontë, Mary Shelley, Dickens (tentei ler na língua original), Jane Austen… Tinha entrado na faculdade e estava maravilhada com a descoberta deste tipo de literatura, deste romantismo, deste perfeccionismo.

O que procura quando escolhe um livro? Às vezes ia atrás do autor: Gabriel García Márquez, de preferência do “Cem Anos de Solidão” que li duas vezes e sempre me deixava fascinada, ou do Saramago, ou de Isabel Allende. No secundário andava no mundo do “Senhor dos Anéis”, da saga de Kerish e Forolkin e de outros contos publicados numas velhinhas publicações da Europa América que custavam uns 300 escudos numa loja de cave num centro comercial. Depois vieram os livros sobre as dinastias inglesas, também influenciada pelo meu professor de Cultura Inglesa e do livro que seguíamos nessas aulas. Até os livros biograficamente romanceados de Isabel Stillwell…

O que admira num autor? Admiro num autor o facto de conseguir transmitir a sua ideia a 100% (acho que é preciso um dom que infelizmente não tenho e que gostaria de ter), de saber cativar, de ter imaginação, de falar de pessoas interessantes destes e de outros tempos, de nos saber enriquecer com as suas tramas, os seus jogos de palavras, o seu sentido de humor.

O que pensa dos hábitos de leitura dos portugueses em geral? Em geral deve ser muito mauzinho mas acho que tive a sorte de ter uma mãe que gostava de ler o “Amor de Perdição” e “O Primo Basílio” e de também gostar da Tv Guia.O importante é ler, seja literatura ou não.

Qual o seu livro preferido? Porquê? Livro preferido? É como perguntares se tenho alguém da família preferido. Até tenho, mas não desgosto dos outros😉

Participante: Dulce Silva Costa, blogger
Site: Sempre para a frente

Podem ler aqui todas as participações no Cinco à Quinta até ao momento.

Para participar na rubrica, envie as respostas a estas questões para folhasdepapel.d [at] gmail [dot] com.