Amor * Love

Aproxima-se o dia de S. Valentim, pelo que hoje a rubrica “Tema a tema” sugere alguns livros que são e falam sobre o amor para quem festeja esta efeméride em tons de vermelho e rosa. Como imaginam, o tema “Amor” é vastíssimo, pelo que a selecção que fiz baseia-se em critérios muito simples: nas histórias de amor de que mais gostei (se são seguidores deste blog há um tempo, saberão que opto mais pelos desamores literários) e em títulos intemporais. Espero que gostem e que deixem sugestões!

Valentine’s day is coming and, therefore, today the rubric “Theme by theme” suggests some books there are and talk about love, so you can have a pink and red type of day. As you imagine, “Love” theme is pretty vast. That’s why the selection I’ve made is based on pretty simple criteria: I suggested the love stories I loved the most (but if you follow this blog for quite some time you’ll know I prefer books with love tragedies) and timeless titles. I hope you like the suggestions and that you also leave some ideas!

Romeo and Juliet (1595), William Shakespeare

Mundialmente aclamada como a mais bela e trágica história de amor de todos os tempos, Romeu e Julieta conta a história de dois jovens apaixonados, Romeu Montéquio e Julieta Capuleto. Filhos de famílias rivais, acabam por não conseguir resistir ao ódio que os separa, mas o seu amor perdurará para além da morte.

A young man and woman meet by chance and fall instantly in love. But their families are bitter enemies, and in order to be together the two lovers must be prepared to risk everything. Set in a city torn apart by feuds and gang warfare, Romeo and Juliet is a dazzling combination of passion and hatred, bawdy comedy and high tragedy.

Amor de Perdição (1862), Camilo Castelo Branco

Este romance, ou novela, como pretendem alguns, tem um traço shakespeareano, e é o livro mais traduzido do escritor, tendo sido, também, adaptado ao cinema por várias vezes. Escrito na prisão, em 15 dias, assinala a fase de plena maturidade artística de Camilo Castelo Branco.

Duas famílias nobres, os Botelho e os Albuquerque, vêem o ódio mútuo ameaçado pelo amor entre Simão Botelho e Mariana Albuquerque. Simão é um herói romântico, cujos erros passados são redimidos pelo amor; Teresa, uma heroína firme e resoluta em seu sentimento de devoção ao amado. O amor entre estes dois jovens, um amor puro, é contrariado pelo mundo exterior, o hipócrita mundo dos adultos. Essa será a causa da perdição dos amantes, ele como assassino, por amor dela, e ela tuberculosa, por amor dele. A morte de ambos arrasta também a de Mariana, apaixonada por Simão, a mais romântica das personagens, e que procura a morte por não querer sobreviver à morte do amado.

Perhaps the height of Portuguese romanticism, Amor de Perdição is a Portuguese Romeo and Juliet. Simo Botelho and Teresa are hopelessly in love, but their families are rivals in Viseu. When Teresa’s father, Tadeu, discovers their love, he shuts her in a convent. But, while trying to see his beloved, Simo kills Baltasar, and eventually condemned to death. The sentence is commuted to 10 years of service in India, but before the sentence is executed, both Teresa and Simo die of broken hearts.

El Amor en los Tiempos del Cólera (1985), Gabriel García Marquéz

A história de amor vivida por Florentino Ariza e Firmina Daza é contada com toda magia do realismo fantástico de Gabriel. É um livro envolvente, que cativa o leitor do começo ao fim e que acaba torcendo pelo final feliz. As reflexões sobre a vida, o amor e a morte, temas constantes em García Márquez, são explorados de forma maestral neste livro. Um livro para toda vida!

Set on the Caribbean coast of South America, this love story brings together Fermina Daza, her distinguished husband, and a man who has secretly loved her for more than fifty years.

Hijo de la Fortuna (1999), Isabel Allende

Um livro que se concentra à volta da corrida ao ouro na Califórnia, em meados do século passado, e em que uma jovem, Eliza Sommers, segue o seu amante a partir do Chile quando este decide partir para norte em busca de fortuna. Um livro essencial de uma autora que dispensa apresentações, polvilhado de emoções e onde não falta um personagem chinês que vai acompanhar a heroína e ajudá-la a ultrapassar e compreender as contradições da condição humana. É o romance mais ambicioso da autora, em que se retrata uma época em que a ganância e violência imperam e onde valores como a amizade, a compaixão e a coragem são essenciais à sobrevivência.

Orphaned at birth, Eliza Sommers is raised in the British colony of ValparaI so, Chile, by the well-intentioned Victorian spinster Miss Rose and her more rigid brother Jeremy. Just as she meets and falls in love with the wildly inappropriate JoaquI n Andieta, a lowly clerk who works for Jeremy, gold is discovered in the hills of northern California. By 1849, Chileans of every stripe have fallen prey to feverish dreams of wealth. JoaquI n takes off for San Francisco to seek his fortune, and Eliza, pregnant with his child, decides to follow him.

So begins Isabel Allende’s enchanting new novel, “Daughter of Fortune,” her most ambitious work of fiction yet. As we follow her spirited heroine on a perilous journey north in the hold of a ship to the rough-and-tumble world of San Francisco and northern California, we enter a world whose newly arrived inhabitants are driven mad by gold fever. A society of single men and prostitutes among whom Eliza moves–with the help of her good friend and savior, the Chinese doctor Tao Chien–California opens the door to a new life of freedom and independence for the young Chilean. Her search for the elusive JoaquI n gradually turns into another kind of journey that transforms her over time, and what began as a search for love ends up as the conquest of personal freedom. By the time she finally hears news of him, Eliza must decide who her true love really is.

Gone With the Wind (1936), Margaret Mitchell

Um romance de época. Um épico de guerra. Uma saga familiar. “E Tudo o Vento Levou” conta a história da aristocrata mimada Scarlett O’Hara, que se apaixona por um homem casado no decorrer da guerra civil.

Spoiled Southern belle Scarlett O’Hara never stops loving the married Ashley Wilkes even as she faces the hardships of life during the Civil War and the changes brought about by Reconstruction.

Os Três Casamentos de Camilla S. (1999), Rosa Lobato de Faria

Desde os ambientes à narrativa, estamos perante um livro adequadamente romântico e profundamente moderno, onde estão presentes a poesia e o maravilhoso a que a Autora já nos habituou.

Com este seu terceiro romance, Rosa Lobato de Faria confirma o lugar que lhe cabe na nova ficção portuguesa e a atenção internacional que a sua obra começa justificadamente a merecer.

This is the third novel of Rosa Lobato de Faria. Its a book righlty romantic and deeply modern, in which poetry and the wornderful are present in this author’s unique manner.

Анна Каренина (a.k.a Anna Karenina, 1873, Russia), Lev Tolstoi

«Embora seja uma das maiores histórias de amor da literatura mundial, “Anna Karénina” não é apenas um romance de aventura. Verdadeiramente interessado por temas morais, Tolstoi era um eterno preocupado com questões que são importantes para a humanidade em todas as épocas. Bom, há uma questão moral em Anna Karénina, embora não aquela que o leitor habitual possa crer que seja. Esta moral não é certamente o ter cometido adultério, Anna pagou por isso (num sentido vago pode dizer-se que é esta a moral do final de Madame Bovary). Não é isto, seguramente, por razões óbvias: se Anna ficasse com Karenin e escondesse do mundo o seu affair, não pagaria por isso primeiro com a felicidade e depois com a própria vida. Anna não foi castigada pelo seu pecado (podia muito bem ter-se safado deste) nem por violar as convenções da sociedade, muito temporais como aliás são todas as convenções e sem ter nada a ver com as eternas exigências da moralidade. Qual era então a «mensagem» moral que Tolstoi queria passar neste romance? Entendemo-la melhor se olharmos o resto do livro e compararmos a história de Lévin e Kiti com a de Vronski e Anna. O casamento de Lévin é baseado num conceito metafísico, não apenas físico, do amor, na boa-vontade e no sacrifício, no respeito mútuo. A aliança Anna-Vronski é fundada apenas no amor carnal e é aqui que reside a sua ruína.» Do Posfácio, de Vladimir Nabokov.

Considered by some to be the greatest novel ever written, “Anna Karenina” is Tolstoy’s classic tale of love and adultery set against the backdrop of high society in Moscow and Saint Petersburg. A rich and complex masterpiece, the novel charts the disastrous course of a love affair between Anna, a beautiful married woman, and Count Vronsky, a wealthy army officer. Tolstoy seamlessly weaves together the lives of dozens of characters, and in doing so captures a breathtaking tapestry of late-nineteenth-century Russian society. As Matthew Arnold wrote in his celebrated essay on Tolstoy, “We are not to take Anna Karenina as a work of art; we are to take it as a piece of life.”

Atonement (2001), Ian McEwan

No dia mais quente do Verão de 1935, Briony Tallis, de 13 anos, vê a irmã Cecilia despir-se e mergulhar na fonte que existe no jardim da sua casa. É também observada por Robbie Turner, um amigo de infância que, à semelhança de Cecilia, voltou há pouco tempo de Cambridge. Depois desse dia, a vida das três personagens terá mudado para sempre. Robbie e Cecilia terão ultrapassado uma fronteira que, à partida, nem sequer imaginavam e tornar-se-ão vítimas da imaginação da irmã mais nova. Briony terá presenciado mistérios e cometido um crime que procurará expiar ao longo de toda a sua vida.

“Expiação” é, porventura, a melhor obra de Ian McEwan. Descrevendo de forma brilhante e cativante a infância, o amor e a guerra, a Inglaterra e a situação de classes, contém no seu âmago uma exploração profunda – e muito comovente – da vergonha, do perdão, da expiação e da dificuldade da absolvição. Nomeado para o Booker Prize e para o Whitbread Award 2001.

On the hottest day of the summer of 1935, thirteen-year-old Briony Tallis sees her older sister Cecilia strip off her clothes and plunge into the fountain in the garden of their country house. Watching Cecilia is their housekeeper’s son Robbie Turner, a childhood friend who, along with Briony’s sister, has recently graduated from Cambridge. By the end of that day the lives of all three will have been changed forever. Robbie and Cecilia will have crossed a boundary they had never before dared to approach and will have become victims of the younger girl’s scheming imagination. And Briony will have committed a dreadful crime, the guilt for which will color her entire life.

In each of his novels Ian McEwan has brilliantly drawn his reader into the intimate lives and situations of his characters. But never before has he worked with so large a canvas: In Atonement he takes the reader from a manor house in England in 1935 to the retreat from Dunkirk in 1941; from the London’s World War II military hospitals to a reunion of the Tallis clan in 1999. Atonement is Ian McEwan’s finest achievement. Brilliant and utterly enthralling in its depiction of childhood, love and war, England and class, the novel is at its center a profound–and profoundly moving–exploration of shame and forgiveness and the difficulty of absolution.

The Bridges of Madison County (1992), Robert James Waller

“As Pontes de Madisson County” conta a história de Robert Kincaid, famoso fotógrafo, e de Francesca Johnson, mulher de um agricultor do Iowa. Kincaid, de 52 anos, é fotoógrafo da National Geographic – um estranho e quase místico viajante dos desertos asiáticos, dos rios longínquos, das cidades antigas, um homem que se sente em desarmonia com o seu tempo. Francesca, 45 anos, noiva italiana do pós-guerra, vive nas colinas do Iowa com as memórias ainda vivas dos seus sonhos de juventude. Qualquer deles tem uma vida estável, e no entanto, quando Robert Kincaid atravessa o calor e o pó de um Verão do Iowa e chega à quinta dela em busca de informações, essa estabilidade desaba e as suas vidas entrelaçam-se numa experiência de invulgar e estonteante beleza, que os marcará para todo o centro. O resultado é uma história apaixonante e profundamente comovedora, que coloca Robert James Waller na vanguarda dos novos romancistas norte-americanos.

The legendary love story, the bestselling hardcover novel of all time, and the major motion picture starring Clint Eastwood and Meryl Streep. This is the story of Robert Kincaid, the photographer and free spirit searching for the covered bridges of Madison County, and Francesca Johnson, the farm wife waiting for fulfillment of a girlhood dream. It shows readers what it is to love and be loved so intensely that life is never the same again.

Amor * Love

A book is a gift you can open again and again.
Garrison Keillor