Sugestão de fim-de-semana * Weekend suggestion

Jogar às cartas.
Play cards.

Desenhar novos projectos.
Design new projects.

E ler um livro.
And read a book.

Throwback (a.k.a. O triunfo do bastardo, 1978), Tom Sharpe

Quando Lockhart Flawse veio ao mundo, a sua mãe, uma insaciável e indómita amazona, morreu de parto, recusando-se, até ao fim, a revelar o nome da pai da criatura. O pobre órfão e bastardo foi criado em Flawse Hall, a vasta propriedade dos seus antepassados, pelo nonagenário e excêntrico avô materno e por uma série de estranhos preceptores e governantes que o mantiveram numa total ignorância dos mais elementares factos da vida. Muito jovem casou no alto mar, com a romântica Jessica, uma encantadora rapariga tão ingénua como ele, na mesma cerimónia em que o decrépito e lúbrico avô desposou a mãe de Jessica, ambiciosa viúva, ainda muito bem conservada. E é aqui que verdadeiramente começa a extraordinária carreira do engenhoso Lockhart para conquistar o mundo e lhe impor a sua vontade, não sem antes ter de se desembaraçar de uma dúzia de inquilinos, de um exercito de policias e de funcionários das finanças, de um taxidermista, da própria sogra e de mais um punhado de peças menores, recorrendo à astúcia, à habilidade e às mais modernas conquistas da tecnologia.

First meet young Lockhart Flawse from Flawse Hall on Flawse Fell. Then hear his story of gassing, whipping, blowing up, killing and stuffing – in fact, the everyday tale of a wild child of nature plunged into the genteel mock-Tudor world of surburban Surrey.