Non-sense

Digamos que estes livros non-sense são aqueles que narram histórias irreais, que mergulham em realidades paralelas, que contêm cenários sem nexo e que seguem a vida de pessoas absurdas. Ou simplesmente porque são livros de tal maneira out-of-the-box que merecem um enorme destaque como obras muito originais!

Lets say nonsense books are the ones which tell surreal stories,that  send us to parallel realities,  that present us to gibberish sets and that narrate the life of absurd characters. Or maybe just because these books are so out of the box that they deserve a great highlight as truly amazing and original stories.

Le magasin des suicides (a.k.a. The suicide shop / A loja dos suicídios, 2007), Jean Teulé

loja_suicidiosUma comédia negra futurista, uma ambiência digna de um filme de Tim Burton. É uma lojinha onde nunca entra um raio de Sol. Imagine um negócio de família que envolve a venda de todos os ingredientes possíveis para a prática do suicídio, nas suas mais diversas formas. Corda, pistolas, facas, venenos e toda uma panóplia de produtos mortíferos. São cinco as personagens que compõem esta família atípica que gere a loja há várias gerações: os pais, profissionais, comerciantes; o filho primogénito, deprimido crónico mas extremamente criativo no seu domínio; a irmã, exemplo típico da adolescente inadaptada; e finalmente o irmão mais novo, verdadeiro grão de areia na engrenagem deste comércio lúgubre: é que ele se atreve a sorrir e a ser… optimista. Com uma ambiência digna de um filme de Tim Burton, A Loja dos Suicídios é uma comédia negra futurista que invoca o grande adversário da família Tuvache e do seu sinistro empreendimento: a alegria.

With the twenty-first century just a distant memory and the world in environmental chaos, many people have lost the will to live. Business is brisk at The Suicide Shop. Run by the Tuvache family, the shop offers a variety of ways to end it all, with something to fit every budget. The Tuvaches go mournfully about their business until the youngest member of the family threatens to destroy their contented misery by confronting them with something they’ve never encountered before: a love of life.

Alice in wonderland (a.k.a. Alice no país das maravilhas, 1864), Lewis Carroll

alice_pais_maravilhasAlice no País das maravilhas é provavelmente o livro de fantasias mais famoso de todos os tempos. Nas aventuras da pequena Alice, tudo é possível, tudo é maravilhoso, e na sua jornada desde que cai pela toca do coelho, a menina encontra personagens inesquecíveis e que povoam os sonhos da nossa infância, como o Coelho Branco que anda sempre atraso, o Gato de Cheshire que não pára de rir, o Chapeleiro Louco, ou a Rainha de Copas, uma monarca com muito mau feitio e especial apetência por decapitações.

Beloved classic describes a little girl’s adventures in a topsy-turvy land underground and her encounters with such improbable characters as the White Rabbit, March Hare and Mad Hatter, the sleepy Dormouse, grinning Cheshire Cat, Mock Turtle, and the dreadful Queen of Hearts.

Melancholy death of oyster boy (a.k.a. A melancólica morte do rapaz ostra, 1997), Tim Burton

morte_melancolica_rapaz_ostraDepois do sucesso no cinema, o realizador Tim Burton apresenta-nos A Morte Melancólica do Rapaz Ostra, que reúne 23 histórias para miúdos e graúdos, em que as personagens são heróis especiais, sem super- -poderes, meros sobreviventes num mundo sem amor.

Offers twenty-three illustrated gothic tales. This title presents a cast of gruesomely sympathetic children: misunderstood outcasts who struggle to find love and belonging in their cruel, cruel worlds.

Truismes (a.k.a. Pig tales: a novel of lust and transformation / Estranhos perfumes, 1996), Marrie Darrieussecq

estranhos_perfumes“Sei a que ponto esta história poderá semear a perturbação e a angústia. Desconfio que o editor que aceitar publicar este manuscrito se exporá a aborrecimentos infinitos. Não lhe será decerto poupada a prisão, e quero desde já pedir-lhe que me perdoe o incómodo.” Estranhos Perfumes (Truismes, no original francês) é o primeiro romance de Marie Darrieussecq e provocou, aquando do seu lançamento, um entusiasmo só comparável ao que ocorrera, há mais de quarenta anos, com o aparecimento da obra de estreia de Françoise Sagan, Bonjour Tristesse. Mais de 200.000 exemplares vendidos em França e traduções em curso em cerca de trinta países transformaram subitamente uma jovem professora universitária de 27 anos na “coqueluche” da mais recente actualidade literária francesa. Parábola sobre as nossas sociedades modernas - onde crescem as desigualdades, onde progride o “politicamente correcto”, onde o culto da vida sã e da plástica perfeita se aparenta a uma nova religião, onde até o amor se tornou mortífero - Estranhos Perfumes constitui a revelação de uma poderosíssima voz literária, que vai certamente marcar a literatura francesa dos últimos anos deste século.

“”Animal Farm” meets “The Metamorphosis”. A very funny, intelligent book that can be read both for its politics and for its extraordinary depiction of a woman who revels in her bestial transformation.”

The throwback (a.k.a. O triunfo do bastardo, 1978), Tom Sharpe

triunfo_bastardoQuando Lockhart Flawse veio ao mundo, a sua mãe, uma insaciável e indómita amazona, morreu de parto, recusando-se, até ao fim, a revelar o nome da pai da criatura. O pobre órfão e bastardo foi criado em Flawse Hall, a vasta propriedade dos seus antepassados, pelo nonagenário e excêntrico avô materno e por uma série de estranhos preceptores e governantes que o mantiveram numa total ignorância dos mais elementares factos da vida. Muito jovem casou no alto mar, com a romântica Jessica, uma encantadora rapariga tão ingénua como ele, na mesma cerimónia em que o decrépito e lúbrico avô desposou a mãe de Jessica, ambiciosa viúva, ainda muito bem conservada. E é aqui que verdadeiramente começa a extraordinária carreira do engenhoso Lockhart para conquistar o mundo e lhe impor a sua vontade, não sem antes ter de se desembaraçar de uma dúzia de inquilinos, de um exercito de policias e de funcionários das finanças, de um taxidermista, da própria sogra e de mais um punhado de peças menores, recorrendo à astúcia, à habilidade e às mais modernas conquistas da tecnologia.

First meet young Lockhart Flawse from Flawse Hall on Flawse Fell. Then hear his story of gassing, whipping, blowing up, killing and stuffing – in fact, the everyday tale of a wild child of nature plunged into the genteel mock-Tudor world of surburban Surrey.

Non-sense

tema_nonsense

A imaginação é a primeira fonte da felicidade humana.
Imagination is the first source of human happiness.

Giacomo Leopardi