Roteiros literários * Literary tours

roteiro_literarioi

Quem gosta de ler tem uma óptima oportunidade à porta: se tem viagens marcadas para o estrangeiro, porque não levar um dos seus livros preferidos para fazer um roteiro temático? Ainda não há muitos roteiros organizados pelos municípios, por isso têm duas alternativas: ou é acompanhado por um guia para o levar a conhecer alguns dos principais locais de um livro ou se aventura por iniciativa própria e dá forma à sua história ao seu ritmo. Qualquer uma me parece uma boa opção!

If you love reading, you may have a perfect opportunity rising: if you are going to travel this summer holidays, why won’t you take one of your favorite books and schedule a literary tour? I think there aren’t many organized group tours out there, so you have two options: whether you choose to hire a guide to show you some of the most important spots of a certain book, or you adventure yourself abroad and get to know all by yourself the route of a book of your choice. Either one sounds good!

Barcelona – La sombrea del vento (a.k.a. Shadow of the wind)

Em Barcelona é normal ver turistas de várias nacionalidades a vaguearem pelas ruas do Bairro Gótico enquanto folheiam “A Sombra do Vento”. Apesar de ser um romance, tornou-se tão indispensável para os perto de 70 milhões de turistas que visitam a cidade todos os anos como um guia da Lonely Planet. O livro foi lançado em Espanha em 2002, mas na altura não teve grande êxito. Este só chegou mais tarde, depois de 2005, quando começou a ser traduzido para 40 línguas diferentes, inclusive português. “Em Espanha ninguém comprou o livro”, contou Carlos Ruiz Zafón numa entrevista de 2005 ao jornal britânico “Telegraph”. “Só recebeu duas críticas. Em todos os outros países foi bem recebido logo nas primeiras semanas.”

Rambla de Santa Mònica- Onde o livro começa. Where the book starts.

Rambla de Santa Mònica-
Onde o livro começa.
Where the book starts.

Zafón sempre teve um fascínio pelo mundo fantástico e sombrio. Em casa tem uma colecção de mais de 400 figuras de dragões – ele próprio tem a alcunha de Dragão – e nos livros anteriores (como “Marina”, publicado em Espanha em 1999) já tinha mostrado que gostava de misturar paixões assolapadas com crimes sangrentos e personagens fantasmagóricas. Se vai à procura dos lugares dos livros de Zafón não espere passeios nas Ramblas. Prepare-se para entrar nas ruas mais escuras e sujas do centro da cidade ou para subir às grandes avenidas da montanha de Tibidabo.

Mas a melhor maneira de se perder na cidade pelos lugares secretos de Zafón é através de um outro livro. O “Guia da Barcelona de Carlos Ruiz Zafón” tem mapas para dar com estes sítios e muitos outros, fotografias antigas e explicações históricas dos lugares míticos da cidade. “Encontramos citações romanescas, mas não é um tratado de literatura; aparecem planos de Barcelona, mas não é um guia. Também não é um ensaio histórico, embora os factos e as cronologias balizem o seu percurso”, explica o autor, Sergi Doria, nas costas do volume. É sim “um passeio guiado pelo olhar do escritor”.

Texto daqui.
Mais informação sobre o Roteiro aqui.

You can read any book, but just with few it’s possible to live and breathe them. We present this walking tour as a unique opportunity to wander around the amazing Barcelona depicted in “The Shadow of the Wind”, a novel that has captivated thousands of readers all around the world. From letters to words, from imagination to reality.

Just as Daniel Sempere, Julian Carax, Fermín Romero de Torres, and the other characters of the novel, we will walk through a labyrinth of mysteries and surprises turned into a charming tour, with a bewitching Barcelona as the backdrop.

The participants of the tour will become the characters, as you move around Barcelona to places which are still recognisable to today’s inhabitants, such as: Santa Anna street, The arch of the Theatre, King’s square, Las Ramblas, Sant Felip Neri square and Montcada street. Not often do we have the possibility to turn fiction into reality but this is one such chance.

Here’s more information about this Route.

Berlin – Wir Kinder vom Bahnhof Zoo (a.k.a. Christiane F.; Filhos da Droga), Christiane F.

Christiane F. é uma criança como qualquer outra que pertencia aos bairros industriais de Berlim. A difícil vida familiar envolveu-a com solidão e com a necessidade permanente de afirmação no seu círculo social. Aquilo que começou por uma brincadeira “ao braço de ferro” entre si e os amiguinhos depressa se tornou numa luta quase irreal consigo mesma, onde “duas Christianes” se deparavam violenta e diariamente: uma era a filha bem comportada que se queria aproximar dos pais e ser feliz como “as crianças normais”; a outra era a filha rebelde e invisível que se queria afirmar e que lutava desesperadamente por sobreviver num mundo que não era o seu.

Entre discotecas imundas, viagens de metro psicadélicas, morte de amigos, prostituição infantil na tão conhecida estação do zoo, injecções em casas de banho públicas e tráfico nas ruas de Berlim, Christiane inicia a adolescência com uma maturidade fora do vulgar, uma frieza indescritível e, mesmo assim, com um coração puro, sensato e com noção do perigo.

No seu todo, este livro relata a história dura de uma criança que luta por si, embora não o saiba. Sim, trata-se de um percurso duro, sofredor, perverso, sujo… mas Christiane F. é vencedora e ainda hoje é viva.

Não encontrei roteiros organizados para conhecer a cidade de Christiane, mas lembro-me de ver há um tempo algures na Internet. Se encontrarem, por favor partilhem.

Conheçam mais sobre a Christiane F. aqui.

Gropiusstadt. Onde Christiane cresceu. Where Christiane grow up.

Gropiusstadt.
Onde Christiane cresceu.
Where Christiane grow up.

There’s a German author and cabaret artist by the name of Horst Evers who once suggested that if any of your acquaintances outside Berlin has the audacity to take your invitation to the city seriously and then insists you show them the sights, you should show them the view out of your flat window and ask them to kindly keep quiet so you can sleep off the rest of your hangover. I wouldn’t be that mean personally, and I like visitors – but the usual sights are getting tired and some of my visitors insist on coming back again and again. So I had the idea a while ago that I could show them a DVD of a film made in Berlin and then go check out the location where it was filmed.

Christiane F. – Wir Kinder von Bahnhof Zoo caused a scandal when it came out for its socially critical attitude and its brutally graphic portrayals of the drug scene in 70s Berlin. Christiane was born in Hamburg but grew up in West Berlin when that term was still a distinct geographical location and many West Germans were moving there to either a) escape military service and/or b) take advantage of the subsidies made available to ensure “the island” remained in the hands of the west.

Christiane and her family settled in Gropiusstadt, which is where much of the movie is shot (along with Bahnhof Zoo, where most of her daily life as a prostitute and junkie was lived out). The area – a newly created satellite town in the middle of nowhere, an almost no man’s land south-east of Berlin- was constructed by Bauhaus founder Walter Gropius, who was commissioned to design practical and fast-to-erect housing blocks for the influx of families.

I haven’t found organized literary routes in Berlin to walk through the city and get to know it on Christiane F’s eyes, but I think I found one on the Internet a few years ago. If you know were to find it online, please share.

Information source.

Roma – Angels and demons (a.k.a. Anjos e demónios)

Piazza Navona

Piazza Navona

Viva uma experiência incrível, no final da qual descobrirá os Illuminati e os seus segredos. Siga o Caminho da Iluminação, resolva puzzles e enigmas, descubra os Altares da Ciência e descodifique as mensagens secretas escondidas as esculturas de Bernini e nos textos de Galileu. Uma experiência única que o levará às praças mais bonitas de Toma, bem como a locais inexplorados onde o simbolismo pagão e o cristianismo se cruzam para revelar uma verdade antiga perturbadora. Baseado no livro ‘Anjos e demónios’ de Dan Brown, este é o único roteiro oficial. A caça ao tesouro segue o percurso dos Illuminati e passa pela igreja de Santa Maria del Popolo, Piazza del Popolo, Praça de S. Pedro, igreja de Santa Maria della Vittoria, Piazza della Minerva, Piazza Navona e Castelo Sant’Angelo.

Site do roteiro oficial.

Experience an incredible journey, at the end of which you will discover the Illuminati and their secrets. Following the Path of Illumination, solving puzzles and enigmas, discover the Altars of Science and decode the secret messages hidden in Bernini sculptures and Galileo texts. A unique experience that will let you visit the most beautiful piazzas in Rome as well as the unexplored sites where pagan symbolism and Christianity intermix to reveal a disturbing ancient truth. Based on the book by Dan Brown, this is the only official Angels & Demons tour. The treasure-hunt like romp through the Eternal City follows the path of the “Illuminati” and visits Santa Maria del Popolo church, Piazza del Popolo, Saint Peter’s Square, Santa Maria della Vittoria church, Piazza della Minerva, Piazza Navona, and Castel Sant’Angelo.

Official tour site.

England – Brontë sisters

A casa das irmãs Brontë. Brontë sisters' house

A casa das irmãs Brontë.
Brontë sisters’ house

As irmãs Brontë viveram e escreveram em Yorkshire. A sua casa está aberta ao público e tem uma colecção fascinante de objectos, onde poderá ainda conhecer o seu exterior e ler ao grupo uma passagem d”O monte dos vendavais’ de Emily ou conhecer a paisagem onde supostamente a história do livro tomou lugar.

Nas imediações, pode visitar casa de amigas e familiares das irmãs e conhecer de forma mais aprofundada alguns dos pormenores que marcaram as suas vidas. Em Thornton, pode conhecer o Museu Brontë Birthplace, onde as raparigas passaram os primeiros anos da sua vida. Emily e Charlott estão enterradas na igreja de Haworth, onde a fé do seu pai foi provavelmente testada depois da perda das suas cinco filhas. Anne está enterrada em Scarborough.

Trace aqui o seu itinerário.

The Brontë Sisters lived and wrote in the Parsonage in Haworth in Yorkshire.

The house is just above the town with the moor stretching out behind it. It is open to the public and contains a fascinating collection of artifacts. After visiting it, if the weather permits, we like to take a walk on the wild moor to and we ask for a volunteer to read the a scene from Wuthering Heights. If you have time and energy for a longer walk, you can trek to Top Withins and Ponden Hall, said to be Emily’s Wuthering Heights and Thrushcross Grange respectively.

Near Bradford, in Gomersal, is the Red House where Charlotte’s friends, Mary and Martha Taylor lived. It was the model for Briarmains in Shirley and is nowadays an interesting museum. If you are heading for Haworth from the Lake District (having perhaps spent time studying Wordsworth), you will pass through a village called Cowan Bridge. There was a schoolhouse here for the daughters of the clergy to which Mr. Bronte sent four of his daughters. Two of them died whilst here and Charlotte uses it as Lowood in Jane Eyre. Today only part of the school still exists as a private housing but a plaques marks it.

In Thornton, near Bradford, is the Bronte Birthplace Museum  where the girls spent their early years. Emily and Charlotte are buried in the church at Haworth where their father’s faith must have been tested by being pre-deceased by his wife and all five daughters. Anne is buried in Scarborough where she was sent, unsuccessfully, to convalesce.

Set up your itinerary here.

Icelandic literature * Literatura Islandesa

Neste roteiro extraordinário, a Green Energy Travel apresenta aos turistas a literatura Islandesa, mesmo que estes não a conheçam com pormenor. Basta participar e usufruir neste percurso que se foca em três escritores de diferentes épocas, ligados uns aos outros de várias formas. Aprenda sobre sagas clássicas; Snorri Sturluson, um gigante literário que escreveu uma delas; Egill Skallagrimsson, um viking que matou os seus inimigos ao morder as suas gargantas; o vencedor de um Nobel Halldór Laxness, que escreveu romances literários decorridos no século XVII. Visite o museu de Laxness; a igreja e quinta de Pétursson; Reykholt onde Snorri viveu e outros locais relacionados com as obras literárias. Tudo isto, e mais, passado num cenário esplendoroso. O roteiro tem a duração de 11 / 11 horas e a entrada nos museus e exposições estão incluídas.

Laxness

Laxness

Marque aqui o seu roteiro.

On this extraordinary tour we shall introduce you to Icelandic literature – no preknowledge necessary, just step in and enjoy – we shall focus on three writers from different times, who connect to each other in many ways. Learn about the old Sagas, Snorri Sturluson, the literary giant, who definately wrote one of them, his hero, the mighty Egill Skallagrimsson, a viking who killed his enemies by biting their throat, the pious 17th century religious poet Hallgrímur Pétursson, who also was connected to dramatic events and the literary 20th century giant, the nobel prize winner Halldór Laxness, who wrote novels both taking place in the 17th century and sagatimes as well as living in the valley, where the viking Egill died. Vist Mr. Laxness memorial museum, Pétursson church and farm, Reykholt where Snorri lived and many other sites connected to their novels on this unusual tour. All in the most beautiful scenery. Duration 10 – 11 hrs. INCLUDED IN TOUR: Museum and exhibition entrances.

Book your tour here.

Portugal – Viagens da minha terra (a.k.a. Travels in my homeland)

Santarém

Santarém

Em ‘Viagens na Minha Terra’, publicado inicialmente em folhetim entre 1845 e 1846, Almeida Garrett descreve a viagem que fez entre Lisboa e Santarém, bem como as suas impressões sobre os locais por que passou. No meio destas deambulações, conta a história de Joaninha, a menina dos rouxinóis, de Carlos, que encarna o herói romântico, e de Frei Dinis, entrelaçando a tragédia que liga estas personagens com as suas crónicas de viagem.

The narrator tells us about the trip he took from Lisbon to Santarem while describes the beautiful and peculiar scenario he goes through, meanwhile he let us know, by his analysis, about various human aspects and characters he faces along the way. When arriving at Santarem”s Valley, he brings us a story of a tipically romantic girl: Green Eyed Joaninha, who fell for his cousin Carlos recently came from England.