Escrever um romance

estrutura_romance_escrever_livroEscrever um livro é um sonho de muitos, mas a concretização de alguns. Mesmo com a facilidade de acesso a ferramentas de auto-publicação e de revisão de textos, um livro é fruto de muito trabalho e dedicação e que deve responder a determinadas regras para se tornar mais do que vendível: deve ser, sobretudo, compreensível.

Sobre este assunto, o Algonkian Writer Conferences, fórum online de discussão entre escritores, resume os tópicos de maior relevância quando um escritor prepara uma obra, nomeadamente um romance:

  • O seu livro revela o que de melhor o autor consegue criar? A sua primeira frase é cativante ou nem por isso?
  • Tem história suficiente para um romance completo? Muitos escritores têm uma história, mas o insuficiente para um livro composto, pelo que tenham ajustá-lo apenas para preencher os espaços em branco.
  • A trama está delineada? Tem uma ideia de qual o tema principal a abordar para garantir tensão dramática ou complexidade no enredo?
  • Já tem previstas as principais cenas ou pelo menos quantas são para dar forma à narrativa e dar corpo às personagens?
  • O tema está relacionado com quê? Tem uma mensagem a transmitir? Esta mensagem é relevante e está relacionada com o enredo?
  • Recorreu a ferramentas e técnicas literárias e adaptou-as às cenas, história e circunstâncias relevantes?
  • As funções referentes ao suspense são apropriadas e necessárias numa pequena e grande escala? Lembre-se do valor de uma frase-chave, ideal para determinar o tom do suspense.
  • Os acontecimentos de maior importância na história enquadram-se num presente fictício?
  • Libertou-se dos exstras? Todas as personagens, diálogos e cenas têm um propósito?
  • E, por fim, considera a sua história original e com diferenciação face a livros do mesmo género literário no mercado? Se não tem a certeza, onde está a dúvida?

Em termos de estrutura, este modelo ilustra e resume aquilo que deverá ser a estrutura da narrativa.

estrutura_romance

E agora… mãos à obra!