The walking dead

Admito que não sou grande fã de zombies e que não percebo este enorme corrupio em torno de mortos-vivos, vampiros e outros seres afins, mas a série ‘The walking dead’ entrou lá em casa de fininho e eu acabei por acompanhar as quatro temporadas. Então, há uns dias dei por mim a comprar os primeiros volumes desta colecção de banda desenhada para conhecer melhor (e mais!) a demanda de Rick num mundo invadido por zombies.

Ainda vou no primeiro volume, mas até agora a experiência tem sido curiosa: embora eu adore bandas desenhadas e seja ávida leitora de livros como Tintin e Astérix, a verdade é que ‘The walking dead’ é a primeira banda desenhada de adultos que leio. São incríveis os pormenores, as sombras, os cenários. E é entusiasmante a afirmação do autor Robert Kirkman ao reforçar que o que acompanhamos é a evolução de Rick, o protagonista, num cenário absolutamente fora de controlo e da sua luta pela sobrevivência. Neste primeiro volume, a sua humanidade e civismo são as duas características que mais sobressaem. E no futuro?

walking_dead_cena

‘The walking dead’ é uma banda desenhada mensal (bimestral desde Outubro de 2013) norte-americana a preto e branco que surgiu em 2003, criada e escrita por Robert Kirkman com o artista Tony Moore, publicada pela Image Comics e Skybound Entertainment.