Sobre a amizade

verdadeira_amizade

Sê tardio no fazer amigos e constante no conservar a amizade. Os íntimos que escolheres sejam, não os que te podem dar maior prazer, mas maior proveito; não pessoas que falem o que é agradável, mas o que é devido; não que lisonjeiem, mas que digam a verdade. Se te acostumares a abrir os ouvidos à lisonja e a nela te comprazeres, jamais ouvirás a verdade.

Juan Luis Vives, in ‘Introdução à Sabedoria’